De Repente

Tacapando pimenta nos olhos de quem merece. Fazendo arder na pele de quem precisa.

Author

Bella Carvalho

“Amor” é fogo que arde, e se vê

Amores, voltei! Sinceramente eu iria preferir não estar dirigindo, por mais que eu goste de fazer ultrapassagens, a noite estava linda, eu queria poder apreciar as luzes da cidade através do vidro embaçado pela chuva na janela do banco do… Continue Reading →

Nossos carnavais e bacanais

– Eu vou à sua casa mais tarde e nós iremos juntas de lá. Levo umas bebidas pra gente. Leva erva. – Falou-me Camila ao telefone antes de desligar. -Ok. Não demora. Traz os teus equipamentos e materiais de anotações…. Continue Reading →

Mulheres pensam em sexo 25 horas por dia

Hoje, de bobeira na internet como sempre, vi um vídeo de uma mulher aí falando sobre mulheres que têm que aceitar chifres do parceiro, de boas, sem reclamarem e ainda serem fiéis, porque segundo a senhora, sabe-se lá de que… Continue Reading →

A mina fala: sexo oral e pentelhos.

Tarde quente, uma bela dor de garganta pra fazer companhia, já que não tem jeito, vamos tomar um chá, ouvir música (Hit’em up style- Blu Cantrell) e blogar. Fugindo dos tradicionais contos de Janaína, hoje o assunto que me chamou… Continue Reading →

Conto erótico: Calores de uma noite qualquer. (+18)

Dividida entre planejar aulas, ler um livro, estar louca pra jogar conversa fora e ser uma mulher de poucos amigos, fim de semana inspirador esse. Luciano me deu apenas um alô pra dizer que ainda estava vivo e que logo… Continue Reading →

Conto erótico: Eu que não amo você (+18).

Se eu te amo e tu me amas, um amor a dois profana o amor de todos os mortais, porque quem gosta de maçã irá gostar de todas porque todas são iguais.* Eu estava estressada naquela manhã de sexta-feira, mas… Continue Reading →

Conto Erótico: A verdadeira fruta do pecado. (+18)

Até aquele momento, eu não acreditava em amor, que eu pudesse me apegar. Suas linhas e os seus traços deixados pelo tempo me eram peculiares, atraíam meu olhar todas as noites quando eu chegava do trabalho e me jogava no… Continue Reading →

Desabafo: Bella sendo Bella

Hoje eu estava vendo um filme que gosto muito, NOME PRÓPRIO, esse filme me faz lembrar de mim mesma às vezes, não sou tão inconsequente quanto a personagem dele, mas temos a mesma capacidade de nos dar mal nos relacionamentos,… Continue Reading →

Conto erótico: Aquele homem quente e bandido… (+18)

– Sabe o que eu mais gosto na sua cozinha? – eu disse sentada com as pernas encolhidas em cima do balcão – É que ela é bem espaçosa. Olha esse balcão! Eu poderia transar tranquilamente aqui em cima. Alessandro… Continue Reading →

Conto erótico: Antes que se separe, nada é proibido. (+18)

Ainda bem que o Peixotão não fala, foi o que pensei naquele fim de tarde, sentada em um banco da praça Barão do Rio Branco, no mesmo banco onde há uns dezessete anos eu perdia minha virgindade. Às vezes sinto… Continue Reading →

© 2017 De Repente — Powered by WordPress

Theme by Anders NorenUp ↑