Tem um tempo considerável que uma amiga me pediu um texto neste blog que dê luz sobre como falar para um cara que ele fode mal. Segue o fragmento da conversa abaixo:

Screenshot_2015-06-14-17-29-25

Ok Brasil, vamos lá! Antes é necessário avaliar que o contexto pode dizer muita coisa. Para começo de papo, fatalmente esta será a primeira ou segunda vez que  você estará transando com o cara, pois se ele de fato fode mal, dificilmente sexo entre vocês é algo recorrente, excerto se você for garota de programa ou tiver outro interesse na questão, o que não lhe é nenhum demérito. Assumindo que foi a primeira vez com o cara e ele fodeu mal, você deve se perguntar: por qual motivos eu diria pra ele que ele fode mal?

Se você pretende transar de novo com ele, para verificar se realmente ele fode mal, vá lá e foda, verifique e se a falta de habilidade dele em te dar prazer se confirmar, você tem a alternativa de deixar pra lá e ir arrumar algo melhor. É simples, excerto quando esta pessoa é o seu namorado e você realmente gosta do rapaz. A minha solução para esta questão é que você seja delicada com o rapaz e tente ensinar ele a transar da maneira que você gosta. Homens as vezes são que nem cães: alguns sempre são muito expertos e a alegria da família, outros são múmias paraliticas e necessitam ser adestrados, embora todos vivam querendo te lamber. Se mesmo depois de toda a paciência do mundo o cara for um escroto e a coisa não andar, minha cara eu lamento. Por mais que você seja morta de apaixonada por alguém, relacionamentos adultos sem sexo razoável estão fadados ao fracasso.

Sexo para homens é um assunto muito delicado. Todos nós gostamos da ideia de sermos tidos como animais selvagens que transam, arrancando gemidos, suspiros, olhares, reações e gozo das mulheres. Dizer diretamente para um homem que ele fode mal pode gerar um resultado nada agradável, como por exemplo ele se irritar e vir com aquele papo: “ah é? eu não fodo bem, tu vais ver agora”, e acabar machucando você durante um ato sexual, ou então ele pode se sentir pessoalmente atacado e ofendido, humilhado e ter uma reação que pare em uma delegacia. Nessas horas o melhor é se livrar do cara saindo pela tangente. Mas pra começo de conversa se ele é um cara que não é de boa tu nem devia ter te metido com ele guria.

Agora se você conhece bem o cara e quer levar um papo reto para que ele se toque e tenha a humildade de pensar em você e melhorar, é muito simples, apenas diga: “fulano, você é legal mas parece que na hora de trepar não rola aquela química, eu gosto de ti e quero que rolem fodas muito boas entre a gente, mas pra isso eu preciso que você se esforce mais tá bom? To te dizendo isso não pra te ofender, nem pra que você se sinta humilhado, mas pra que as coisas entre a gente funcionem bem na cama para ambos”. Dessa maneira dificilmente o cara vai se sentir diminuído e se ele tiver uma reação ácia, escolheu o manolo errado guria.

Só quem é homem sabe como é foda ter o orgulho, virilidade, masculinidade, poder sexual e todas essas babaquices que não querem dizer absolutamente porra nenhuma e que nos educam para venerar, pode afetar emocionalmente. Tem caras que reagem bem, tem caras que reagem não tão bem mas seguram a onda e tem caras que tem reações que francamente, você não iria querer estar no local quando elas acontecessem.

Gosto e desempenho sexual é algo que varia muito. A forma de transar de um homem que não satisfaz X mulheres, pode satisfazer Y outras. Existem homens que fodem mal mesmo. Motivo? Tem vários. Não tente entender a mente dos homens moça, a nossa cabeça é tão zoada que mesmo sendo o gênero mais inteligente, isso é mais complicado do que qualquer inteligência humana existente. Nem nós nos entendemos, dos mais simples aos mais complicados. Apenas te resta saber que assim como as coisas, não existem homens que não possam ser substituídos quando falamos especificamente de sexo. Então não sofra, evite problemas e se não der certo, piroca nesse mundo é o que não falta saca? De todos os tipos, cores e tamanhos. Vai lá novinha, o mundo é o teu parque de diversão. Flw Vlw.

Acauã Pyatã

Na maior parte do tempo: publicitário e blogueiro, nas raras horas vagas um tremendo vadio de skate e desocupado no Insta. Insurgente, divergente e procrastinador. O tipinho de cara que escolheu morrer de pé ao ter que (sobre)viver de joelhos, alguém que escolheu ser a navalha ao invés da carne, um homem que absolutamente não é obrigado a nada, entendeu? N-A-D-A. Um maldito índio moderno em uma arcaica selva de pedra que um dia haverá de cair. Mas não agora, não mesmo.

Fale com ele pelo e-mail: diego@derepente.blog.br