Felizmente estamos no melhor período do ano em Belém, que é a temporada de chuvas ou o famoso inverno amazônico. A chuva é uma velha amiga de todos nós que vivemos e amamos esta cidade pois sabemos que muitas coisas acontecem quando a chuva chega e durante ela.

Gostaria de indicar um curta-metragem de apenas 15 minutinhos que foi dirigido por Jorane Castro e produzido pela Cabocla Filmes: Quando a chuva chegar(2009). O filme conta a história de um casal que sofre (e se diverte) por ter se mudado recentemente para um apartamento em um prédio muito conhecido em Belém e coisas muito quentes costumam acontecer no local graças a uma atmosfera lasciva que se instaura sempre que a chuva chega. Ficou curioso(a)? Então se você tem um corpo para possuir, convide ele(a) para assistir ao filme com você enrolados no lençol nesta tarde de domingo enquanto a chuva chega e cai.

Curiosidade: O filme conta com a participação de André Kaveira e Élida Braz, duas figuras muito conhecidas na cidade e com muitas lendas ao seu redor quanto a certas liberdades sexuais. O filme tem como cenário um prédio que é conhecido na cidade por muitos moradores terem cometido suicídio, trata-se do Edifício Manoel Pinto.

Shots de algumas cenas do filme:

Agora dê o play e divirta-se:

Acauã Pyatã

Na maior parte do tempo: publicitário e blogueiro, nas raras horas vagas um tremendo vadio de skate e desocupado no Insta. Insurgente, divergente e procrastinador. O tipinho de cara que escolheu morrer de pé ao ter que (sobre)viver de joelhos, alguém que escolheu ser a navalha ao invés da carne, um homem que absolutamente não é obrigado a nada, entendeu? N-A-D-A. Um maldito índio moderno em uma arcaica selva de pedra que um dia haverá de cair. Mas não agora, não mesmo.

Fale com ele pelo e-mail: diego@derepente.blog.br