De Repente

Tacapando pimenta nos olhos de quem merece. Fazendo arder na pele de quem precisa.

Tag

furor

Balada da última despedida

O vento ressoa pela janela aberta, São onze horas da noite, Os sopros entram e invadem o apartamento, As cortinas dançam com as luzes da cidade, Que marcam o ritmo na parede. No andar de baixo pessoas apaixonadas, Ouvem aquela música repetidamente sempre… Continue Reading →

© 2018 De Repente — Powered by WordPress

Theme by Anders NorenUp ↑